blogdobracin

Sempre comento as coisas que o Ronald Rios faz. Tava devendo esse comentário sobre o Bolado em Campo. Tá aí.

———

Já gostei mais de esporte. Era bem fanático até. Mais novo imaginava virar jornalista esportivo, narrar futebol e ser cronista. Uma boa saída para quem não sabe jogar bola. Foi por pouco que não segui nessa. 

Hoje, a única maneira de prestar atenção melhor em assuntos esportivo é com o “Bolado em Campo”, programa da Alta Cúpula. Qual a razão? Além de contar com dois caras (Ronald Rios e Erik Gustavo) do qual assisto qualquer trampo, eles tem o trunfo de saber colocar o assunto de uma maneira que mesmo quem não gosta de esportes ainda possa ver o programa na boa.

E nem é a questão do programa ser engraçado ou não - tem vez que acho engraçado, tem vez que não. Estou falando mais do assunto que eles abordam, que não consigo acompanhar de outra forma. Usando um frase feita: não é o que se conta, mas como se conta. Não é algo fácil, não.

Queria ter essa manha por aqui, por exemplo.

No começo o programa falava só de futebol. Nesse quinto episódio pela primeira vez eles abordam outros esportes. Melhorou bem. Será que cola na televisão essa ideia? Assista:

Faz tempo que não posto nada do Ronald… Já viu o quarto vídeo de “É tudo Ronald Rios”?

Embora o dia de hoje mereça mais a citação “Eu não fico rindo na internet”, que tá no primeiro programa. 

Diz o Facebook que hoje é aniversário do Ronald Rios. Parabéns.

Engraçado que no primeiro vídeo que linkei do cara ele falava justamente sobre aniversários.

A Treta Mais Bonita da Internet

Aliás, quero arriscar um dia ver o novo programa do Felipe Neto no Multishow. Só para ver o drama.

Ronald Rios explica o motivo da crise econômica da Grécia e outras coisas no novo episódio de “É Tudo Ronald Rios”. Te falo que é um dos melhores episódios, mas não falo isso porque vão me chamar de coisa. 

Assumindo a responsabilidade pelo estrago que virou a história dos vloggers, Ronald Rios está de volta ao seu formato tradicional.

Mudou o nome, o cenário, a abertura ficou mais caprichada, mas a idéia ainda é a mesma. Ao invés de comentar diversos assuntos, como fazia, agora o tema é único. Continua muito bom. 

O vídeo está postado na conta Alta Cúpula, que segundo a descrição é um coletivo de produção de Erik Gustavo, Ronald Rios, Nigel Goodman e Ulisses Matos. Promessa de mais coisa boa por aí.

Há um tempo atrás comentei a participação do Emicida no Oráculo da Jovem Pan. Agora dá pra escutar o programa todo.