blogdobracin

Já reparou que na capa do “Collapse Into Now” o Michael Stipe está dando tchau? Pois é. Foi o que ele disse no Jimmy Fallon ontem.


Eu só imaginei o gif… 

Alguém já tinha feito isso antes, não?

e testar o embed do tumblr que anda esquisito.

A própria banda que soltou a dica no Twitter.

Esta aí vendo o show do Faith No More? Então… 

Será que rola algum barato se escutar “Woodpecker From Mars” junto com o respectico episódio de Pica-Pau?

Aguenta mais Strokes? Então olha os vinte minutos de entrevista da Gaía com o Julian. 

Curti a postura dela. Boas perguntas e um papo solto. Sem vacilo e momentos constrangedores. Da parte dela pelo menos.

Já o Julian…. Além de divagar um pouco demais nas respostas, estampa um desacordo enorme na ideia de futuro dos Strokes. Não que a gente já não soubesse, mas ficou estranho.

E seguindo na onda do show dos Strokes no Terra, que eu sigo lamentando ter perdido, olha esse vídeo emendando uma turma cantando Last Nite. Produção da MTV. 

Melhor notícia: conheço os dois figuras que “cantam” o solo. 

E que solo foda, né? Até quem tem birra de solo de guitarra deve gostar dele.

Eu reclamei dá agilidade do povo, mas olha aí vídeo e áudio do show dos Strokes no Terra. Cortesia do blog Old Yellow Bricks.

Quer? É só clicar no Julian de boné. (foto do Shin Shikuma/Uol)

Aliás, que blog bom pra quem tá iniciando e quer arrumar umas discografias básicas rápido. 


(imagem: divulgação)

Se desde o anúncio da separação da Kim Gordon e do Thurston Moore já rola uma papo de fim do Sonic Youth, a notícia de um disco solo do Lee Ranaldo vem para praticamente confirmar a história (ou garantir que mais um ano sem novos trabalhos do grupo).

O lançamento do álbúm de Lee está previsto para 20 de março de 2012 e terá participações de nomes como o do atual baterista do Sonic Youth Steve Shelley, o ex-baterista do Sonic Youth Bob Bert, o ex-guitarrista do Sonic Youth Jim O’Rourke e Nels Cline do Wilco. Chamará “Between The Times And The Tides”.

Li a notícia no Consequence Of Sound e gostei da nota por um motivo. O jornalista avisa que este é o primeiro  ”first song-based solo album” dele. Algo que traduzo como o primeiro disco solo dele de canções (ou estou enganado, amigos?). Toda a barulheira solo anterior não valeu? Poxa…

A banda que deve acompanhar Lee em turnê ano que vem é formada por Licht, Shelley e Menkin. Esta formação já estreou ao vivo. Eles se apresentaram abrindo pro Wild Flag no dia do meu aniversário =P (15 de outubro).

Veja o vídeo para a música “Angles”, que deve estar no disco novo. Repare que ele dedica a música a um casal de amigos que anda passando por umas merdas.

Angles - BellHouse, Brooklyn 101511 from L Ranaldo on Vimeo.

Que tal um show quase completo do Nirvana em 1990 mesclando o repertório do primeiro disco e do Nevermind e ainda sem Dave Grohl?

Pois aqui está uma apesentação da banda em Cambridge para um público de 60 a 75 pessoas nestas condições.

01 Live Set by Duane Bruce

No set list:
"School"
“Love Buzz” (Shocking Blue cover)
“Dive” “Scoff”
“About a Girl”
“Spank Thru”
“Breed”
“In Bloom”
"Big Cheese"
"Molly’s Lips" (Vaselines cover)
"Been a Son"
"Stain"
“Negative Creep”
“Blew”
“Stay Away”

Esse é o set-list na integra. A gravação oferecida pelo DJ Duane Bruce, o carinha que faz a introdução do Nirvana neste show, morre depois de “Stain”.

A nota do Blog do site The Boston Phoenix, que trouxe o bootleg a público, afirma que alguns fãs tem essa gravação completa. E bem, é verdade.
No site http://nirvanabootbrasil.blogspot.com dá para baixar a apresentação completa.

Então é conferir no Soundcloud e baixar depois. A versão de “Stay Away”, ainda cantada como “Pay to Play”, é foda

Agora um vídeo decente do rap do Chico pro Criolo. Esquisito, né? 

E meu textinho sobre essa aprovação do Chico rendeu. Até o Ganjaman retwittou. Já leu? Comenta lá.

Ganhar um sim do Chico é mérito ou não?